SEO para YouTube: Como chegar no topo das pesquisas

SEO para YouTube: Como chegar no topo das pesquisas

Enquanto a maioria das empresas concentram seus esforços de SEO em seus sites e blogs, plataformas de streaming de vídeos como YouTube, também devem ser otimizadas para SEO. O YouTube é uma excelente ferramenta de marketing e a otimização em SEO que não pode ser ignorada.

O YouTube é um produto do Google, e por isso tornando mais fácil ranquear seus vídeos pelo YouTube do que qualquer outra plataforma de upload de vídeos, devida a integração com o Google e com seu mecanismo de busca.

De acordo com o YouTube para Imprensa (portal oficial da plataforma),  mais de 1,9 bilhão de usuários acessam a plataforma todos os meses e cerca de um bilhão de horas de vídeo são assistidas por dia.

O site de hospedagem de vídeos tem um potencial de marketing digital imensurável. Acompanhe este nosso guia com algumas dicas de SEO para YouTube, que podem tornar seus vídeos muito mais influentes na rede.

Seu conteúdo precisa ser encontrado no próprio YouTube

Para que seu vídeo alcance as primeiras posições nas buscas por determinada palavra-chave, você deve fazer exatamente como está acostumado a fazer com seu blog: criar um conteúdo de qualidade e relevância, mas em vídeo.

A concorrência do YouTube é alta, mas a grande maioria dos produtores de conteúdo para o YouTube não se preocupam com esses detalhes essenciais e acabam dando pouca atenção para o texto.

Se não estiver escrito na descrição do seu vídeo do que ele se trata, ele não será indexado e ninguém o verá.  É fundamental que seu vídeo acompanhe uma descrição otimizada em SEO, que se resume em um texto descritivo com relevância e qualidade, informações como links mencionadas no vídeo e créditos devem ser inseridos na descrição também.

É com essas informações que o YouTube irá indexar seu conteúdo nos sistemas de busca. Agora, não se esqueça de compartilhar o seu vídeo nas mídias sociais. Use as ferramentas de Embed e adicione ele nas páginas da sua empresa: site, redes sociais e posts de blog.

Adote uma estratégia de conteúdos bem completos. O Google adora páginas com bom texto, fotos e vídeos originais. Essa estratégia de conteúdo certamente te trará bons resultados em volume de  tráfego.

YouTube ajuda no posicionamento orgânico do seu site

Como dito anteriormente o Google adora páginas completas. Conteúdo aliado a uma boa experiência do usuário, são os pontos importantes de ranqueamento orgânico.

Os vídeos postados no YouTube têm uma vantagem drástica de classificação nos resultados de pesquisa, pois o Google prioriza esses resultados. Se sua página tem links direcionados para vídeos de autoridade postados no YouTube, isso também será positivo para o bom  posicionamento do seu blog.

A otimização do seu conteúdo de vídeo tem um grande efeito em seu SEO para YouTube, aumentando seus resultados de pesquisa do Google por palavra-chave.

É importante saber que as atualizações mais recentes do algoritmo do Google se baseiam na declaração de missão do Google que é: “Organizar informações globais e torná-las universalmente acessíveis e úteis”.

Para se posicionar, seu conteúdo de vídeo deve estar alinhado com essa missão

Os vídeos funcionam exatamente como um blog. Se seu vídeo responde dúvidas comuns de usuários, será bem posicionado, se o seu roteiro está organizado, claro e efetivo também terá bons resultados.

A única diferença é que os links usados na descrição do seu vídeo possuem o código “no follow“, que torna-os relevantes apenas para o usuário. No entanto, no YouTube é possível avaliar com um “gostei” ou “não gostei” e você só receberá um “gostei” caso tenha todos os links mencionados, fontes e informações complementares. Foque em conteúdo para o seu público- alvo.

A popularidade de um vídeo no YouTube é resultado de cliques, likes, comentários, adicionados a playlists e favoritos. Desta forma, é interessante que o usuário avalie seu vídeo. Mas não fique “pedindo likes ou comentários”, essa prática é amadora e acaba com a credibilidade da sua marca. Se ele for bom, receberá likes e comentários sem que tenha que pedir isso.

A estratégia de SEO para YouTube

Depois de enviar seu vídeo para o YouTube, você precisará inserir um título, uma descrição e tags. É aí que o SEO para YouTube começa.

Palavras-chave do vídeo

Como qualquer conteúdo na web, o processo de SEO para YouTube começa com a busca por palavras-chave.

Assim como você faria para uma imagem ou gráfico, é necessário associar palavras-chave ao seu vídeo para ajudar os mecanismos de pesquisa a identificar sua relevância.

Embora o Google ofereça aos vídeos do YouTube uma vantagem intrínseca nas classificações de pesquisa, isso só é verdadeiro para determinadas palavras-chave.

Em geral, o Google tende a usar resultados de vídeo para esses tipos de palavras-chave:

  • Palavras-chave práticas.
  • Comentários e avaliações.
  • Tutoriais.
  • Conselhos físicos ou esportivos.
  • Entretenimento.

Duração do vídeo

Assim como os artigos escritos, os vídeos mais longos são encarados com mais seriedade e passam mais autoridade. No entanto, você deve fazer uma análise do seu público-alvo e identificar o que ele quer consumir.

Não adianta fazer um vídeo longo cheio de enrolação e sem conteúdo. Vídeos longos são como artigos longos, devem ser interessantes de ver e trazer conhecimento com profundidade sobre a palavra-chave escolhida.

Vídeos muito longos sem qualidade ou conhecimento aprofundado perdem seus consumidores em segundos, pois logo eles clicam em algum outro da lista de vídeos relacionados ou sugeridos pelo algoritmo do YouTube.

Vídeos curtos fazem sentido caso esteja planejando uma série. Se tem um conteúdo complexo com várias camadas, procure dividi-lo em partes com títulos chamativos e diferentes. Depois, faça uma playlist com todos eles, assim o YouTube entende que esses vídeos fazem parte de um só projeto e vai indicar a continuação nos relacionados.

Descrição e tags do vídeo

Os mecanismo de busca, infelizmente não podem ver o seu vídeo. Como resultado, eles usam a descrição que a acompanha para determinar e entender do que se trata seu vídeo. É por isso que sua descrição deve ser exatamente como uma fonte de informações extras sobre seu vídeo.

Desta forma, quanto mais informativa e rica sua descrição, mais o YouTube julga como confiável para classificar seu vídeo, de acordo com a sua palavra-chave desejada.

A descrição deve conter, texto descritivo, informações extras, detalhes do vídeo, links mencionados, links sugeridos caso o usuário queira aprender mais, quais músicas usou, suas fontes de informação e créditos de todos que trabalharam na produção do material.

Já as tags de um vídeo são de importância crucial. É com elas que a ferramenta de busca descobre onde e como mostar o seu vídeo. Basta inserir algumas palavras chave no campo de tags para ajudar o Google e o YouTube a conhecer e identificar seu vídeo.

Quando alguém está assistindo a um vídeo com uma tag semelhante à sua, é provável que seu vídeo apareça na reprodução automática ou na parte de vídeos recomendados da barra lateral do YouTube. E é isso que buscamos com a otimização de SEO para YouTube.

Convite à ação (call to action)

Para converter o seu público em um visitante e, assim, gerar tráfego para o seu site, o melhor método é usar uma chamada à ação.

Para isso, cada uma das suas descrições de vídeo deve indicar ao usuário. Desta forma, podemos destacar três tipos de convites à ação:

  • O que fazer: “Ir ao meu site”.
  • Eventualmente, como fazê-lo: “Clique no link abaixo”.
  • Porque: “Encontre os produtos deste vídeo para venda”.

Naturalmente, quanto mais atrativa ou atraente for a sua oferta, mais você poderá converter seu público de vídeo em um cliente para seu site. Gostou das nossas dicas? Aproveite para acessar a página da Válvula Marketing  no Facebook e no Instagram e comente aqui embaixo o que você achou!

Comentários do Facebook