EdgeRank: como funciona o algoritmo do Facebook

EdgeRank: como funciona o algoritmo do Facebook

Os escândalos da Cambridge Analytica em 2016 tornaram o termo “algoritmo do Facebook” muito famoso. Quando Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos, a imprensa só falava desse “algoritmo”. Mas junto com a fama, vieram as dúvidas. O que realmente significa e como funciona o algoritmo do Facebook?

EdgeRank é o algoritmo que escolhe o que vai aparecer para você no seu feed de notícias da rede social. Ele tem esse nome pois cada post criado na rede social é chamado de Edge, sendo assim “ranking de posts”.

O funcionamento dele sempre foi alvo de mentiras. Ainda hoje é comum ver blogs e sites, sobre marketing e tecnologia dizendo saber como medir o seu nível no EdgeRank, o que de acordo com Jeff Widman, engenheiro de dados na Netskope, uma profunda mentira.

Jeff é autor do site EdgeRank.net, onde ele explica, de forma muito clara, o que é e como funciona o EdgeRank do Facebook e é de lá que tiramos a maioria das informações para esse artigo. Jeff foi considerado Facebook Marketing Expert pelo The Wall Street Journal.

O nome é muito semelhante ao algoritmo do Google, o PageRank, mas ao invés de analisar a qualidade do conteúdo publicado e determinar quais páginas vão aparecer primeiro nos resultados de pesquisa, o EdgeRank avalia 3 principais fatores para determinar quais posts vão aparecer primeiro no seu feed.

Acompanhe a Válvula nesse artigo que vamos desvendar o misterioso algoritmo do Facebook.

Ranking = Afinidade x Peso x Tempo

Há nove anos,, na F8 Conference de 2010 (evento anual da rede social para discutir novidades), foi apresentado pela primeira vez uma versão oficial do que é e como funciona o algoritmo do Facebook, eles o chamaram de EdgeRank.

Uma equação que quando vista pela primeira vez parece assustadora, mas calma que vamos explicar. Traduzindo essa equação temos Ranking = Afinidade x Peso x Tempo. Ou seja, cada post passa por uma avaliação muito particular e que muda de caso para caso, o algoritmo analisa esses 3 pontos e decide se um post deve aparecer na sua linha do tempo ou não. Mas o que significa cada um desses pontos:

    • Afinidade.
    • Peso.
    • Tempo.

Afinidade

Os pontos de afinidade medem o grau de conexão entre quem verá o post e seu autor. Por exemplo, quantos amigos em comum, se há interação do tipo troca de mensagens, likes, compartilhamentos, se um já marcou o outro e por aí vai. Cada uma dessas ações tem um valor que contribui para o resultado final dos pontos de afinidade.

Comentários são mais valiosos que likes. Faça um teste: Procure um amigo da sua lista que nunca conversou ou viu nenhuma postagem. Converse no messenger, de um like e comente em alguma postagem. Não há dúvidas que essa pessoa aparecerá com mais frequência no seu feed depois disso.

Os níveis de afinidade nunca são os mesmos entre 2 amigos. O amigo A pode ter um nível de afinidade x com seu amigo B, mas isso não significa que seja o mesmo nível entre B e A. Pois você pode interagir muito mais com com as postagens do seu amigo, do que ele com você.

Peso

É comum passar um tempo na rede social e descobrir que alguém “gostou” de saber que você vai a um show no final de semana, essa atividade é um Edge. Se gostou e compartilhou algo, ou marcou presença em algum evento, seus amigos podem ver sua atualização de status, podem comentar, reagir e até compartilhar.

Cada um deles tem um peso diferente no cálculo do EdgeRank. Fotos e vídeos upados na própria plataforma são muito mais valiosas que links por exemplo. O Facebook costuma também, dar baixa visibilidade para links que não fazem parte do grupo da rede social. Por exemplo: se compartilhar um link do Medium que faz parte do grupo do Twitter, provavelmente poucas pessoas verão o seu link.

Outro ponto avaliado pelo Facebook é quando alguém curte uma fan page através de um anúncio, nesses caso o peso é muito menor do que quando alguém procura por uma determinada palavra-chave e curte a página.

Com relação às reações, comentários valem mais que likes. Uma postagem com poucos likes mas muitos comentários é julgada pelo Facebook como relevante e estará entre as primeiras histórias da sua timeline.

Tempo

Conforme um post fica antigo ele perde pontos. O valor do EdgeRank nunca é constante e sempre muda pois há inúmeras variáveis que contam para a soma final. É por esse motivo também que é muito difícil saber exatamente qual é o valor do EdgeRank em cada situação.

Quando abrimos o Facebook só vemos notícias, fotos, links de atividades recentes. Mesmo quando compartilhamos memórias, ou postagens de anos atrás, elas não atingem públicos como posts recentes atingem. No entanto, caso sua postagem antiga esteja rendendo likes e comentários, as chances de ela conseguir um EdgeRank maior são aumentadas.

Checar o status de EdgeRank é impossível. O que é possível fazer, é medir o nível de engajamento de suas postagens, comparando esses números com os seus próprios números, de publicações mais antigas.

Você pode usar o Analytics do Facebook para conseguir dados e informações mais técnicas sobre suas postagens e com esses dados, organizar uma estratégia para aumentar o alcance de suas publicações.

Conclusão

O EdgeRank é um dos principais fatores que diferenciam o Facebook de outras redes sociais. Entender completamente esse algoritmo é uma tarefa que nunca poderá ser concluída. O Facebook altera as prioridades e valores constantemente, por exemplo a diferença de valor entre um comentário e um like é continuamente atualizada.

Quanto maior o EdgeRank de suas publicações maior será o alcance dela. Mesmo sendo impossível de medir o EdgeRank é possível medir nosso desempenho na rede social com análises de marketing.

Na tentativa de conseguir EdgeRanks mais altos, procure fazer publicações para estimular os seus leitores a reagirem e comentem, façam perguntas para que eles respondam, responda os comentários com mais perguntas e assim você mantém sua publicação sempre bombando.

Gostou do texto? Quer ficar por dentro de marketing digital? Acompanhe a Válvula no Facebook e não perca nada!

Comentários do Facebook