Brand Marketing: sua história pode influenciar seus clientes

Brand Marketing: sua história pode influenciar seus clientes

John Rockfeller, um dos maiores magnatas da história em plena industrialização americana, colocou em prática seu plano de acabar com todas as pequenas e médias empresas e construir um monopólio. Foi acusado pela imprensa de ser sanguinário, sem coração e desumano.

Ter a imprensa contra o seu negócio, principalmente nos anos 1900 não era nada fácil. Ele viu o seu negócio ameaçado e teve uma idéia brilhante. Contratou o jornalista Ivy Lee para reconstruir sua imagem junto com a imprensa e foi de vilão a mocinho, com uma estratégia simples: Brand Marketing.

Brand Marketing é nada menos um marketing dedicado exclusivamente para sua marca e como ela é vista pelos clientes. Brand Marketing se resume em conteúdo estratégico e gestão da marca. Uma estratégia de Brand Marketing é produzir um conteúdo dedicado a construir uma boa imagem da marca e introduzi-la no dia a dia dos consumidores.

Ao contar sua história, a marca cria um vínculo emocional forte, instala uma relação única entre o consumidor e o produto, a fim de instigar o interesse do cliente e conseguir atraí-lo à marca.  Para isso, é necessário um discurso deliberadamente não comercial, mas sim informativo, divertido e até humanitário.

Para que serve Brand Marketing?

Branding é um conceito que vai muito além do marketing da sua marca. A marca de uma empresa representa sua identidade no mercado. Por exemplo: quando você vê o logo da Coca Cola em algum lugar, de cara já sabe quem são, o que fazem, qual é a qualidade de seus produtos e se a marca é confiável ou não. Praticamente entende tudo sobre a empresa só com base em um logo.

É isso que você precisa fazer, tornar a sua marca tão conhecida e tão relevante que mesmo quando alguém esteja distraído ou ocupado, no trânsito ou transporte público, ao ouvir o nome da sua empresa pelo rádio, ela identifique automaticamente tudo que sabe sobre sua empresa.

E não pense que só porque sua empresa não faz parte das grandes corporações mundiais que não se deve investir em Brand Marketing. É muito importante tornar-se conhecido no mercado. Todos ao seu redor devem saber o que você faz. Torne a sua marca forte!

Como começar?

Produzir conteúdo de qualidade é o ponto principal. A análise desse conteúdo torna possível identificar o que realmente atinge o seu público alvo com sucesso. Não tenha medo de expor seus dados, é importante que a sua empresa seja transparente.

Se a sua marca cresceu nos últimos meses e conseguiu vender mais produtos ou serviços, exponha nas redes sociais! O LinkedIn é uma excelente ferramenta para compartilhar conquistas profissionais.

A Válvula preparou um guia completo sobre a rede social, para que você entenda como funciona o linkedin para empresas e a importância de uma página corporativa para seu negócio. Comece se fazendo presente nas redes sociais. Atinja a imprensa e conquiste o carinho pessoal de seus clientes.

Para chegar na imprensa é preciso investir com seriedade em conteúdos de qualidade, mas também não é só produzir press releases e sair mandando para os jornais da cidade. Jornais recebem milhares desses releases iguais todos os dias. O seu, deve fazer a diferença.

E para ser interessante para a imprensa, uma pauta deve conter “valor de notícia”. Ou seja, se não tiver uma ação social, ambiental, educativa ou humana por trás, nem chegará a ser discutida.

Acompanhe esse exemplo:

A Positiva é um e-commerce de produtos que visa o social, ambiental e humano. Seus produtos são ecológicos, geram poucos resíduos ambientais e a matéria-prima é de pequenos produtores locais. Por esse motivo é queridinha da imprensa e já saiu em matérias do Estadão, Hypeness e Folha. Fora os diversos blogs de sustentabilidade que já citaram a marca.

Produza para seus clientes

Mantenha o blog da sua marca atualizado. Estude as necessidades do seu público-alvo: O que ele quer? O que ele precisa? Produza conteúdos adaptados às necessidades deles, escolha os temas sobre os quais você falará e estude as palavras-chave mais pesquisadas por usuários na internet.

Existem diversas ferramentas de marketing digital disponíveis para você usar, que entregam esses dados. Veja o que seus concorrentes estão fazendo e faça melhor que eles. Sua marca deve ser a melhor em tudo que faz, desde o marketing, atendimento e o pós-venda.

Procure blogs e ofereça seus produtos. Se você vende hambúrguer por exemplo, procure os blogs sobre hambúrguer e ofereça a eles seus produtos para que avaliem em seus blogs. Se seu produto é de qualidade, o que deve ser, certamente conseguirá uma boa crítica e logo, mais clientes.

De acordo com Philip H. Knight, fundador e ex CEO da Nike em entrevista à Harvard Business ReviewPor anos, pensamos em nós [Nike] como uma empresa orientada ao produto. Colocamos toda a nossa ênfase no conceito e fabricação do produto. Mas agora entendemos que o mais importante é vender esse produto. Chegamos a dizer que a Nike é uma empresa voltada para o marketing e que o produto é nossa ferramenta de marketing mais poderosa”.

Importância e arte da narrativa

Storytelling é um elemento fundamental na sua estratégia de Brand Marketing. Em um comunicação publicitária é necessário que você conte uma história do mesmo jeito que conta uma história emocionante a um amigo.

É isso que as empresas devem fazer. Contar histórias emocionantes e reais a seus clientes, para motivar, emocionar e influenciar. Para que isso aconteça com sucesso, a arte de uma história deve ser impecável.

Nós somos completamente visuais e um texto não é suficiente para emocionar. Faça vídeos, fotos, filmes, documentários, use todas as ferramentas para se diferenciar da concorrência. Sua história deve agradar o consumidor e este o reconhecerá para sempre.

O seu público-alvo deve ser capaz de se identificar com a história e com a sua marca através dela. Isso os levará a apropriar-se dos valores da marca. O storytelling visa atrair a atenção e criar uma emoção positiva que reforça a imagem da marca. É nesse momento que você oferece sua identidade visual para que eles se identifiquem.

Brand Marketing x Marketing de conteúdo

Nesse ponto você pode estar se perguntando se Brand Marketing é a mesma coisa que marketing de conteúdo, mas não confunda! A principal diferença está na estratégia de marketing, sendo uma muito diferente da outra.

Marketing de conteúdo embora se pareça muito com Brand Marketing se resume a apresentar guias e dicas, resolver problemas e responder perguntas sobre seus produtos e serviços, exclusivamente. Já o Brand Marketing é dedicado a tornar a marca mais conhecida e com uma boa imagem pública, apresentando uma proposta de valor a marca.

Para ambos os casos é necessário conhecer bem seu público alvo. O canal de distribuição desse conteúdo, também é parecido, sendo, blog da empresa, blogs de parceiros, imprensa e redes sociais. O importante é lembrar que sua marca precisa de brand marketing e marketing de conteúdo.

Gostou do texto? Fica ligado no Instagram da Válvula e acompanhe tudo que a gente faz por aqui.

Comentários do Facebook